quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

"Liberdade de imprensa"

Em tempos onde se fala muito de liberdade de imprensa e até uma campanha forte iniciada pela maior empresa privada de comunicação do Brasil, vou escrever sobre duas reportagens veiculadas por essa mesma empresa de telecomunicações, a TV Globo, na segunda-feira à noite, as quais me deram muito nojo e uma vontade nunca sentida antes, a de quebrar a televisão em mil partes.

A primeira foi uma matéria nitidamente "encomendada", por quem eu não sei, falando mal do Governo Cubano, dizendo que os moradores da Ilha são infelizes lá, criticando o sistema de saúde, que é o melhor do mundo, entre outras coisas que revoltam qualquer pessoa. Eles exportam vacinas para o Brasil e estão bem perto da cura do câncer, mas tudo bem...

A segunda foi a que repercutiu o mundo todo, o Brasil passou a Grã-Bretanha e é a sexta maior economia do mundo. Essa notícia é fantástica. Mas a dona Globo não perde tempo e tece seus comentários de que isso só aconteceu por conta da crise mundial, atrela a responsabilidade dessa mudança importantíssima a Grã-Bretanha, dizendo que não foi o Brasil que cresceu e sim eles que diminuíram! Mas porque o Brasil não diminuiu na crise? Isso é um abuso e um menosprezo a nossa inteligência. Digo mais, compararam o padrão de vida brasileiro com o europeu, utilizando números do PIB per capita de cada um dos envolvidos, sendo o deles quase o triplo do nosso. Mas por favor, né, me desculpem os economistas, podem me corrigir se o que vou falar agora estiver grotescamente errado, o PIB per capita é a divisão do PIB do país pelo número de habitantes do mesmo, vejam bem, vou usar números aproximados, o PIB per capita do Brasil é de US$ 12 mil e o da Grã- Bretanha é de US$ 40 mil, um valor bem maior que o nosso, mas a população brasileira é simplesmente o triplo da população da Grã-Bretanha (O Brasil tem aproximadamente 192 milhões de habitantes e na Grã-Bretanha apenas 60 milhões). Então Globo, por favor, fazer comparações deste porte é no mínimo incoerente.

Vamos lá, falando sobre liberdade de imprensa, ninguém quer calar ninguém neste ponto, o que está em jogo é que toda a reportagem de grande repercussão trazida pela nossa imprensa, empresas privadas que vivem de vender anúncios, vem manipulada e forma opiniões totalmente equivocadas na nossa população, tornando-as cada vez mais “ignorantes” aos problemas do mundo. Não queremos o fim das reportagens, o que queremos é que as notícias cheguem ao povo de forma neutra e coerente. Basta ver a cobertura da Globo sobre o livro 'A Privataria Tucana".

Por fim o que mais me deixa triste, é que vou ver e ler comentários a favor da Globo, opiniões emitidas por quem acha que tem conhecimento, mas lá no fundo são os filhotes da ditadura que ainda acham que "tempo bom era aquele tempo que o Brasil crescia, tempo bom era o tempo dos milicos".

Continue lendo >>

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Essa Globo...

Ano do centenário do Corinthians, como o de muitos times, pode ser um ano sem título nenhum. Fica o parabéns pela data e pela história do clube, mas conquistas foram poucas. Deve ser por isso que a Globo não esconde o desejo de que a taça do brasileirão deste ano vá para o Parque São Jorge, pois o "timão", se é que pode ser chamado assim, corre o risco de não ter nada de títulos esse ano... TAMBÉM.

Buenas, está veiculado no site http://www.globo.com/, a foto abaixo, onde aparece a pontuação do Fluminense e do Corinthians, mas aparece bem grande também o aproveitamento dos dois clubes, onde o Corinthians tem a melhor, ora... pra que isso? Avisem a CBF, que também não vale muita coisa (título brasileiro roubado para o Corinthians em 2005 e confirmado pelo então presidente do "timão" da época), que a Globo, parceirinha da confederação, mudou o critério do campeonato. Ahhhh e avisem os clubes que de agora em diante não adianta a pontuação, quem tiver o melhor aproveitamento leva a taça! Se eu fosse o presidente do Flu, contestaria!

Continue lendo >>

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Petkovic desbanca pergunta tendenciosa da apresentadora Ana Maria Braga, da Rede Globo, emissora que cresceu na época da Ditadura Militar com o apoio dos milicos e hoje prolifera o capitalismo com os seus programas e jornalistas neoliberais, e filhotinhos da ditadura!

Perceba que após o jogador enaltecer o socialismo a apresentadora enrola e logo troca de assunto, perguntando sobre o curso de enfermagem que ele havia feito! Essa Globo é uma piada!

Assita o video.

video

Continue lendo >>

sábado, 5 de junho de 2010

Construção social

Para quem não sabe, trabalho na Prefeitura de Gravataí, na Secretaria de Serviços Urbanos. Mas o que faz essa Secretaria? Trabalhamos com toda a limpeza, manutenção e conservação da cidade (podas, capina das ruas e bairros, limpeza das praças e áreas públicas, entre outros). E o objetivo de escrever este texto é para relatar um projeto social que a Prefeitura implantou.
Na secretaria temos um setor de construção de bancos e brinquedos para as nossas praças. Encontramos na fabricação artesanal uma forma de economizar o dinheiro público, pois o valor do banco chega a ser até cem por cento mais barato do que o do banco que antigamente era comprado pronto. O trabalho é fantástico: corta o ferro, monta a estrutura de ferro dos pés dos bancos, passa para a parte de cimentar os pés, plaina a madeira bruta, corta a mesma do tamanho correto, lixa, corrige a madeira com massa corrida, lixa de novo, depois fixa nos pés com parafusos, primeira-demão, seca, segunda demão, seca mais uma vez, retoque final e pronto.
O detalhe mais rico deste projeto, entretanto, não é a economia obtida, mas sim a reinserção social das pessoas que fazem os nossos bancos. A Prefeitura tem um convênio com a SUSEPE (Superintendência dos Serviços Penitenciários), onde os albergados aqui de Gravataí tem a possibilidade de reingressar no mercado de trabalho. Além dos bancos, os brinquedos que são colocados nas praças – balanços, gangorras e escorregadores – são construídos por eles. Conversando com estes companheiros de trabalho após a colocação de dois balanços na praça da parada 72, pedi para que olhassem para a praça e me respondessem se existe algo mais gratificante do que ver crianças brincando felizes nos balanços recém colocados e fabricados por eles.
A valorização desses serviços sempre nos passa despercebido. Quantos de vocês, quando sentados num banco colorido do parcão, já pararam para pensar como é feito e quem faz este objeto que nos proporciona tomar o nosso chimarrão sentados ao sol do fim da tarde de Gravataí? Convido tod@s para visitar a nossa fábrica social, e aproveito para parabenizar os nossos funcionários pelo serviço que realizam e que contribui para o nosso lazer e o de nossas crianças.

Continue lendo >>

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Mudanças


O nosso corpo vive numa constante mudança, uma das principais é dada pelos nossos hormônios. Eu por exemplo, nascido há praticamente vinte dois anos, no oitavo mês de gestação da dona Claudia, prematuro por conta de uma onda nas costas na praia da Ilhota, em Laguna – SC tinha uns dois quilos e meio e menos de cinqüenta centímetros. Pois quem diria que após duas décadas estaria com mais de cento e oitenta centímetros e uns oitenta quilos, o lance hormonal é quase um fenômeno mesmo.


As mudanças não param por aí, existem as que a gente mesmo inventa por um motivo ou outro. Desde o final do ano passado essas me afetam, resolvi dar uma “melhorada” no visual, fiz uma tatuagem, mantive a minha barba, entrei na academia, parei com bebidas “engordantes” e comecei a me reeducar no lance da comida.


Todo esse floreio é para chegar à minha transformação mais drástica que acabou de ocorrer, aqui em Florianópolis mesmo, mas não contarei aqui, deixo para os meus amigos a imaginação do que pode ter acontecido com minha aparência.

Continue lendo >>

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

De volta à ativa!


Caros leitores:


Tendo em vista os feriados de final de ano e até mesmo o início do ano novo, tudo fica muito parado, inclusive meu querido blog, mas que agora está de volta à ativa. Nem por isso ficamos desatualizados. Quanta coisa aconteceu desde minha última postagem, notícias boas, ruins, alegres, tristes, chocantes, revoltantes e muitas mais.


Dentre todas, quero destacar uma que me comoveu demais. Depois do terremoto que reduzido a pó o Haiti, inúmeros países de forma imediata enviaram suas tropas para tentativa de reconstrução do mesmo e resgate a possíveis sobreviventes.


Como era de se esperar, os EUA mandaram o maior número de soldados, bem como a maior quantia de dinheiro para o começo da reconstrução da ilha. Aí vem a parte que me revoltou, descubro que o exército americano apenas atuava em locais onde as pessoas de maior poder aquisitivo freqüentavam, como a embaixada americana e européia, os hotéis de turistas, empresas que o governo norte-americano tinha ações e residências onde habitavam os próprios. Além de ocupar pontos estratégicos como, portos e aeroportos. Hoje para pousar na ilha, só com a autorização deles. Vale lembrar que quem lidera as tropas da ONU lá no Haiti é o Brasil.


E qual será o motivo desse ostensivo exército? Podemos pensar estrategicamente como eles, geograficamente a ilha de Cuba fica praticamente ao lado do Haiti, e historicamente EUA e Cuba tem suas relações políticas abaladas. Será que os americanos já não estão planejando um novo golpe à Cuba? Será que o próximo passo desse exército será rumo à Havana?


Enfim, quando, literalmente, a poeira baixar e o país começar a tomar forma de novo, veremos qual será a conta que esses desumanos irão cobrar. Tomara que não aconteça como Vietnã, Panamá, Costa Rica, Afeganistão, El Salvador, Iraque e muitos outros que tiveram sua liberdade tomada por soldados a mando de um governo desprovido de preocupação social e capaz de acabar com qualquer ser humano apenas por “status” e poder.

Continue lendo >>

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Abaixo o preconceito



DATA: 13/12/2009.
HORA: 14h.
LOCAL: Parcão da 79.

Continue lendo >>

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO